Quer fazer seu próprio podcast médico? Aprenda agora!

Quer fazer seu próprio podcast médico?

podcast médico
6 minutos para ler

Já pensou em criar seu próprio podcast médico? Essa é uma mídia que vem se popularizando a cada dia, gerando um volume considerável de audiência — o que aumenta a visibilidade profissional. 

Se você tiver um negócio na área da saúde — clínica, consultório, laboratório ou hospital —, um podcast didático pode atrair ainda mais pacientes. As pessoas que buscam informações médicas desejam ter acesso a um material rico e esclarecedor, de profissionais que sejam referência.

O objetivo deste post é mostrar que você pode ter seu próprio podcast e produzir conteúdos médicos interessantes. Continue lendo e veja como elaborar e divulgar esse tipo de material e quais os benefícios de criar o seu próprio podcast médico!

O que é o podcast?

É uma mídia com conteúdo em áudio, como se fosse um rádio, porém, que pode ser ouvido de acordo com o tempo disponível do usuário, já que fica gravado em arquivo ou streaming, de forma permanente, para ser acessado quando quiser. 

O conteúdo é produzido de modo pontual, ou seja, sobre um ou mais assuntos específicos, tratando de informar e educar ao esclarecer dúvidas e responder perguntas que são frequentes para o público-alvo.

Quais são as tendências relacionadas ao podcast médico?

Com a popularidade do podcast, diversos segmentos aderiram a esse formato de comunicação com seu público. A área médica também se inclui nesse grupo, considerando a mudança no comportamento do consumidor e a crescente busca de informações virtuais. 

Os assuntos abordados no podcast médico são variados e vão desde serviços a tipos de exames e procedimentos. As pessoas têm muitas dúvidas e, antes de procurar ajuda especializada, costumam se informar e buscar as melhores alternativas. 

Com o podcast, você pode escolher um foco específico, dentro da sua especialidade, ou abranger contextos diversos que tenham como tema a área de atuação, mas de modo mais genérico, contemplando perguntas simples e complexas. 

Ao mesmo tempo, é inevitável que um podcast médico não seja considerado uma estratégia de marketing. Enquanto você dissemina a informação por meio do áudio, o público vai conhecendo mais do profissional e dos serviços prestados na sua empresa, consolidando uma imagem pessoal e empresarial no mercado.

Como fazer e divulgar um podcast médico?

O primeiro passo é definir o tema que será abordado, podendo ser algo específico ou diversos assuntos dentro de um mesmo tema. Essa é a etapa principal, já que você vai precisar planejar o conteúdo, com base no tempo de duração do podcast que, inclusive, pode ter diversos episódios.

Tenha o cuidado de elaborar um material que seja de domínio, pois as pessoas esperam ouvir alguém que seja autoridade em determinados assuntos — o podcast é uma mídia de fala próxima do usuário, mesmo sendo gravado. 

Você pode ter participantes no seu podcast para enriquecer o material. O conteúdo será mais dinâmico, como um tipo de entrevista ou roda de conversa. A troca de informações e experiências entre pessoas da mesma área amplia a visão sobre os assuntos da pauta.

A próxima etapa, de preparação, é fundamental e determinante para a qualidade do áudio. Escolha um ambiente sem ruídos que possam interferir, desde pessoas conversando ao redor até barulhos externos da rua, por exemplo. 

Você não precisa de um estúdio, mas de um espaço com boa acústica e isolamento. Além disso, prepare o tom de voz e a qualidade da dicção, pois, nada pior que oscilar nesses aspectos, ter que gravar novamente ou perder tempo com longas edições. 

Para isso, roteirize o seu podcast, criando uma espécie de guia com tópicos para ser consultado durante a gravação. Esse norte é importante para que nem você e nem os participantes se percam no meio da fala, transparecendo insegurança para os ouvintes — determine o tempo de duração. 

Os equipamentos para gravar um podcast não demandam grandes investimentos, mas você vai precisar de um microfone e, na impossibilidade de um gravador específico, um bom celular, capaz de captar a voz de forma limpa e clara. 

Chegamos à etapa final que é a de edição, responsável por assegurar a qualidade do conteúdo que será divulgado. Essa é a hora de minimizar os possíveis ruídos que interferem na conversa e reparar alguns erros, além de cortar algumas partes dispensáveis. 

Antes de divulgar, ouça todo o podcast para ter a certeza de que há relevância e aprendizado. Se achar interessante, inclua sons, como trilhas sonoras e vinhetas, em momentos estratégicos que podem ser abertura, intervalos e final do podcast. 

Depois de editado, seu podcast estará pronto para a divulgação. Você pode divulgar e promover nas redes sociais ou fazer parceria com as plataformas de streaming específicas, para ampliar as chances de alcançar mais pessoas e aumentar a audiência.

Quais são os benefícios de ter o seu próprio podcast na área médica?

Com o podcast médico e as possibilidades de aumentar o contato com seu público, os benefícios começarão a aparecer em médio e longo prazo. Veja alguns ganhos que você terá com uso de uma das mídias queridinhas do momento:

  • atração de novos pacientes;
  • fidelização dos pacientes ativos;
  • interação digital;
  • aumento da confiabilidade;
  • fortalecimento da marca;
  • aumento da confiança. 

O podcast médico é o tipo de mídia que só pode fazer bem e agregar valor, tanto para o público quanto para você como profissional e seu negócio. Portanto, selecione os assuntos mais importantes da sua área e transforme esse dinâmico canal de informação e aprendizado em um dos seus maiores aliados.

Gostou do post? Aproveite a visita em nosso blog e veja também o que você pode ou não pode fazer nas aplicações do marketing digital em uma clínica médica!

Você também pode gostar

Deixe um comentário